Sobre a MUN

Somos uma empresa vegana que produz o Tempê, alimento natural e nutritivo, e temos o intuito de propagar um estilo de vida saudável, sustentável, consciente e ético. Estamos instalados no coração de São Paulo e para nós, urbano e natural são sinônimos e vemos o futuro da humanidade nesse caminho. Assim com a LUA, nosso principal símbolo, acompanhamos as mudanças e os ciclos da vida em comunhão com o corpo físico e mental, com os animais e o meio ambiente.

Estudos mostram que as dietas que banem produtos de origem animal são associadas à inúmeros benefícios para saúde devido ao seu alto teor de fibras, ácido fólico, vitaminas C e E, potássio, magnésio e fitoquímicos. Além dos benefícios físicos, a dieta vegana tem um menor impacto ambiental e difunde a liberação animal. Especialistas garantem que para a produção de um quilo de proteína animal é necessário 15 vezes mais água do que para a produção de um quilo de proteína vegetal.

Contudo, como as pessoas conseguem suprir suas necessidades diárias de proteína através dessa dieta? As dietas baseadas em proteína vegetal suprem as necessidades do corpo tanto quanto as dietas baseadas em proteína animal? A resposta imediata é que a proteína pode ser encontrada em grãos, sementes, vegetais e nozes. E é correto dizer que as proteínas vegetais são equivalentes as proteínas de origem animal quando consumidas em combinações variadas.

Analisando mais à fundo; toda célula, tecido e órgão do corpo humano possui proteína, que é usada pelo corpo tanto para o desenvolvimento quanto para sua manutenção. O que caracteriza uma proteína é que ela é composta de aminoácidos. Existem 22 aminoácidos da cadeia proteica e eles são divididos em dois grupos: os que podem ser produzidos pelo próprio corpo e os que não podem, e estes, devem ser suplementados. Este segundo grupo é chamado de aminoácidos essenciais e são fundamentais em qualquer tipo de dieta. Cada alimento contém uma variação proporcional de aminoácidos essenciais. Os alimentos que possuem a proporção correta do valor diário recomendado dos aminoácidos essenciais são conhecidos como proteínas completas.

Você já deve ter ouvido falar que produtos de origem animal (carnes, lácteos e ovos) são os únicos alimentos deste tipo; isso não é verdade. Existem alimentos como a quinoa, o grão de bico, a semente de abóbora que por si só já possuem esses valores recomendados. Além disso, para obtenção de tais valores, é possível ainda combinar leguminosas (ervilha, feijão, lentilha) com grãos (arroz, quinoa, milho). Se você se alimenta diariamente com a quantidade de proteínas adequadas, variando o cardápio, consumirá os aminoácidos necessários. Vale lembrar que a dieta vegana está apta a suprir todas as necessidades nutricionais, até mesmo para crianças, idosos, gestantes, atletas de alta performance; e ao mesmo tempo proporciona benefícios à saúde e ao meio ambiente, diminuindo a exploração animal.